terça-feira, 27 de dezembro de 2011

"[…] Eu preciso de alguém. Alguém que me ame, independente de qualquer coisa. Preciso de alguém para me ligar de madrugada, falar o quanto me ama e depois dizer que me ligou apenas para ouvir a minha voz, e não se esquecer de no final da ligação, falar o quanto me ama. Eu preciso de um alguém que faça os meus defeitos, tornarem-se qualidades. Preciso de alguém que necessite de mim também. Que  me dê carinho antes de dormir, e fique alisando o meu rosto até o sono aparecer. Eu preciso de alguém que  me mime de todas as formas possíveis, mas mesmo assim que me chateie quando eu errar, e depois me dê um abraço bem forte. E que sempre me abrace quando tudo parecer perdido, quando eu estiver com medo de algo. Eu  preciso de alguém para me consolar quando eu estiver mal e  quando eu achar que nada vai dar certo. Preciso de quem me faça sorrir, até mesmo com piadas sem graça,  fazendo várias palhaçadas, só para conseguir tirar de mim gargalhadas quando eu estiver triste. Eu preciso de alguém que me ligue quando eu chorar, e que venha ter logo comigo.  Estou precisando de alguém que se importe comigo, que me pergunte mais de uma vez se eu estou bem, e fique insistindo até eu falar que o meu ”estou bem” é fingido. Eu preciso de alguém que me faça sorrir de verdade, me faça cócegas, e até mesmo que jogue jogos de video comigo. Eu preciso de alguém para me confortar quando eu estiver precisando. Para me fazer sentir ser a única ”exceção” da sua vida. Eu preciso de alguém que precise de mim também. […]
 Mas  quem quero eu enganar? Esse ”alguém” tem nome, sobrenome, endereço, e possuí um sorriso lindo.”

2 comentários:

  1. Gosto muito . A tua maneira de escrever é fantástica , bastante 'pura', se é que me entendes eheh ;)

    beijinhos *

    ResponderEliminar

A vida dá-lhe o papel e as canetas, mas quem escolhe as cores é você ♥